A família como uma base para o serviço a Deus

Muitos pais perguntam por que os filhos não desejam ou não gostam de servir a Deus quando a adolescência ou mocidade chegam. Existem muitas variáveis nesta resposta, mas um ponto a se considerar é o investimento que os pais fazem para que toda a família seja envolvida em servir a Deus. Muitas famílias cristãs infelizmente mantém um relacionamento com Deus muito superficial e não entendem que seus filhos percebem isto.

Por exemplo: seu filho(a) vê em você um homem ou mulher que tem um relacionamento significativo e intenso com Deus? Seus filhos entendem que vocês gostam de servir a Deus? Vocês tem interesse em servir aos outros? Vocês os convidam a se envolverem em atos de serviço para o bem das pessoas? Eles ouvem vocês falarem do valor de servir aos filhos de Deus?
Não existe meio de envolver seus filhos com o Reino de Deus se sua participação no Reino de Deus se resume a um culto no final de semana. O que seus filhos aprendem em casa vai nortear a vida deles no futuro.

Existem tantas coisas que você pode fazer juntamente com sua família para que o desejo de servir a Deus esteja presente na vida dos seus filhos. Por exemplo: Você pode abrir o seu lar para um pequeno grupo, você pode se envolver em um ministério. Você pode oferecer sua participação, como casal, e cuidar do berçário uma vez por mês, trabalhar na recepção, ser um professor, um mentor, ajudar no estacionamento e tantas outras coisas.

Na verdade quando reclamamos que nossos filhos não se interessam por ajudar, por se envolverem nas coisas concernentes ao Reino de Deus e à Igreja, não é porque eles não querem; É talvez, simplesmente, porque eles estão seguindo nossos exemplos.